Como prevenir e lidar com vazamentos de petróleo em plataforma Offshore

O petróleo é uma das nossas principais matérias-primas atualmente, que contribui diretamente para o desenvolvimento da nossa economia e é base para diversos produtos que usamos no dia a dia. Além disso, também é utilizado para a produção de energia.

Entretanto, este combustível conta com uma característica bastante negativa: é extremamente nocivo ao meio ambiente e, caso vaze para o oceano, pode causar desastres ambientais. 

Existem condutas em ativos Offshore que devem ser postas em prática para que vazamentos sejam evitados. Continue lendo e saiba quais são elas!

Você sabe dos riscos que o petróleo pode trazer ao longo de todo o seu processo de extração e produção?

Durante todo o ciclo de produção do petróleo, desde sua extração até o momento da produção (seja de combustível, plástico ou outros), as pessoas e o meio ambiente ficam expostos e correm sérios riscos, como a destruição de ecossistemas e a possibilidade de envenenamento de pessoas, já que o petróleo está presente em diversos pesticidas e fertilizantes que, dependendo da fórmula, podem ser extremamente prejudiciais à saúde. 

Contudo, sem sombra de dúvidas, os processos de retirada do fundo do oceano e armazenamento em plataformas Offshore podem causar muito mais danos ambientais que em outras aplicações que ele possa vir a ter.

Por ser uma plataforma de petróleo Offshore, ela está cercada por água. Qualquer vazamento de óleo que possa ocorrer, será direcionado apenas para o mar, com chances de ser levado pela corrente e atingir diversos tipos de ecossistemas, como os mangues.

Como prevenir acidentes?

Vazamento de petróleo é um acidente ambiental considerado gravíssimo em qualquer lugar do mundo e pode gerar danos irreversíveis ao meio ambiente, aos seres humanos e, claro, à empresa responsável pelo ativo. 

Por isso, a melhor forma de evitar que um vazamento ocorra, é apostando na prevenção.

E para isso, é essencial que você:

  • elabore, de forma consciente, um bom plano de gestão ambiental; 
  • mantenha o acompanhamento periódico acerca de equipamentos envolvidos no processo de extração e armazenamento de óleo; 
  • elabore um kit de emergência que possa ser utilizado em qualquer momento e de forma fácil; 
  • realize treinamentos e reciclagens da sua equipe sempre que necessário.

O que fazer quando ocorrer um vazamento de petróleo?

Quando qualquer falha acontece e gera um vazamento de petróleo no oceano, ações imediatas devem ser tomadas para minimizar o impacto que o problema causará à fauna, flora e aos humanos próximos ao local atingido.

A primeira ação a ser tomada é realizar a contenção do vazamento, para que ele não continue se espalhando pelas águas e cause prejuízo a quem ou o que estiver em seu caminho. Você pode saber mais sobre os tipos de contenção adiante.

Plano de ação de emergência (PAE)

O plano de ação de emergência, também conhecido como PAE, é um esquema que está presente obrigatoriamente em ações de gestão ambiental de qualquer empresa que trabalhe com este tipo de material.

É no PAE que estão inseridas todas as definições das responsabilidades da empresa e as ações a serem tomadas para que as consequências dos acidentes, como o vazamento de petróleo, sejam minimizadas ou neutralizadas.

Uma das partes mais importantes do PAE é o estoque do kit de emergência. Nele, devem estar contidos itens utilizados para realizar a contenção e a absorção de um possível vazamento de petróleo ou derivados.

A construção do kit de emergência é feita mediante estudos e previsões realizadas para possíveis acidentes, a extensão que ele pode atingir e quais são as consequências que podem ser geradas.

Os kits devem ainda estar guardados em locais de fácil acesso e claramente sinalizados, de acordo com as suas utilidades, para ajudar na agilidade de respostas e na redução das implicações que um vazamento pode causar.

É essencial que a equipe embarcada em uma plataforma Offshore seja treinada para saber como utilizar estes kits em momentos críticos, de modo que seja possível obter uma reação imediata no momento do vazamento.

Quando vazamentos de petróleo ocorrem, condições ambientais, como ventos, ondas e correntes podem espalhar a substância em minutos. 

Como falamos, a contenção deve ser a primeira ação a ser tomada no momento em que o vazamento é detectado. 

A contenção física da mancha de óleo, tanto perto do local de vazamento quanto ao longo da trajetória estimada previamente, é necessária para que a proteção de áreas vulneráveis seja feita e para evitar que a mancha seja levada a outros lugares, causando danos maiores.

Tipos de barreiras

Atualmente, existe uma grande variedade de tipos de contenção de vazamento de óleo. E elas podem ser feitas sob medida para as necessidades da sua empresa  e de acordo com o PAE (Plano de Ação de Emergência). Confira a seguir:

Contenção e concentração

Esse tipo de contenção normalmente é feito em uma configuração que está de acordo com o tamanho e localização da mancha de óleo. 

As configurações mais comuns são as em formato de U, V ou J. Por meio de uma ou mais embarcações, este tipo de contenção tem o intuito de comedir e concentrar o óleo em apenas um ponto para que possa ser recolhido ou absorvido.

Desvio de manchas

As barreiras de desvio normalmente são utilizadas em locais de preservação ambiental ou próximas a locais em que pessoas habitam, como rios ou praias. 

É por meio das contenções de desvio que as manchas de petróleo ou derivados são desviadas para locais apropriados para a absorção.

Proteção

As barreiras de proteção podem ser ao mesmo tempo de contenção e de absorção, e são posicionadas estrategicamente para que seja possível defender áreas que não devem ser afetadas por uma possível contaminação.

Possui importância altíssima, seja ambiental, social ou econômica, como nos casos onde sejam locais de captação de água para abastecimento, tanques de agricultura, marinas, portos e locais habitados por animais silvestres.

Prevenção

As barreiras de prevenção são utilizadas como forma de preservar áreas consideradas de risco, que são: plataformas Offshore e navios de carga, descarga e de manutenções em portos. 

É importante saber que a radiação causa diversos efeitos biológicos às pessoas expostas a ela, dependendo da dose de exposição. 

E o que a radiação tem a ver com o vazamento de petróleo? Tudo! É possível que o óleo conte com a presença de materiais radioativos, como o NORM/TENORM.

Se você quer evitar todos os efeitos da radiação ionizante no ambiente de trabalho, precisa de um Serviço de Radioproteção bem preparado.

Também é possível contratar empresas especializadas para cuidar da sua proteção radiológica se, por algum motivo, for gerada muita dor de cabeça ao implementar um Serviço de Radioproteção por conta própria.

Para você saber mais sobre como garantir a segurança em uma plataforma Offshore, preparamos um material gratuito com dicas essenciais para garantir que todos estejam em segurança.

segurança e saude petróleo

Não esqueça de se cadastrar na nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!