Plataformas de petróleo – 7 dicas de Segurança que salvam vidas nelas

O trabalho em plataformas de petróleo é uma experiência que pode ser bem proveitosa, e ao mesmo tempo, perigosa.

Se você trabalha nesse ramo, sabe que, durante os dias em que se está embarcado, diversas intercorrências no meio ambiente de trabalho podem acontecer.

Por isso, preparamos 7 dicas básicas de Segurança do Trabalho que podem salvar a sua vida e a vida dos seus colegas em plataformas de petróleo offshore.

1. Uso adequado do EPI

Sabemos que a utilização dos EPI (Equipamento de Proteção Individual) é um dever de todo profissional. Por isso, diariamente você deve usar os seus próprios equipamentos e aconselhar o uso para seus colegas.

Também é importante ter em mente que sempre que você passar pela área industrial, opte por transitar pela rota de fuga utilizando o EPI completo.

O EPI básico usado em plataformas de petróleo consiste em:

– botas;
– óculos de segurança;
– protetor auricular;
– capacete com jugular;
– luvas.

Como existem diversos tipos de profissionais e atividades desempenhadas em uma mesma plataforma de petróleo, é importante lembrar que existe um EPI adequado para cada função, e que é estritamente importante usá-lo.

Conheça o EPI usado pelo Supervisor de Radioproteção de uma embarcação

EPI de quem trabalha embarcado em plataformas de petróleo.

Nas plataformas de petróleo ainda são usados equipamentos de proteção como protetores faciais, coletes salva-vidas, cintos de segurança, roupas de imersão, dentre outros.

Tudo depende de qual área você atua, se é na perfuração, exploração ou manutenção e serviços.

Além dos EPIs, a produção de petróleo requer cuidados para que os riscos de acidentes sejam minimizados. Com medidas específicas podemos garantir saúde e segurança aos trabalhadores embarcados.

2. Apagando incêndios

Os riscos para quem trabalha embarcado são os mais variados, mas um deles é o mais evidente: incêndio. Afinal de contas, o trabalho na indústria petroquímica envolve materiais altamente inflamáveis.

O agravante é que os incêndios ou explosões que vamos tratar não acontecerão em terra firme, mas sim em alto mar.

Logo, a tripulação deve estar preparada para combater incêndios sem o auxílio externo de órgãos especializados de apoio.

Por isso, a melhor forma de apagar um incêndio é adotando medidas preventivas.

6 dicas de ouro para evitar incêndios em plataformas de petróleo:

  • Evite o acúmulo de óleos, graxas e combustíveis em porões, bem como sobre instrumentos elétricos e equipamentos que trabalham com alta temperatura;
  • Evite guardar panos e trapos em cantos e próximos de equipamentos elétricos;
  • Não opere equipamentos elétricos em sobrecarga;
  • Evite o uso de produtos químicos e inflamáveis próximos a equipamentos elétricos em funcionamento e em locais que operam com alta temperatura;
  • Não guarde óleos usados para fritura no forno da cozinha;
  • Nunca solde ou corte materiais sem a presença de uma pessoa de apoio com extintor de incêndio adequado.

Implementar práticas de prevenção básicas como essas é dever de todo profissional de segurança do trabalho responsável. Tratam-se de procedimentos que devem ser adotados nas atividades diárias de todos a bordo.

Só assim é possível evitar incêndios que podem provocar muitas mortes e a perda total da instalação que você trabalha.

Além disso, é imprescindível voltar a atenção para a primeira dica de ouro mencionada: os shutdowns, as paradas periódicas feitas nas instalações com a finalidade de descontaminação e segurança, evitam o acúmulo de materiais nas linhas de produção.

O grande problema é que pouca gente dá o valor necessário aos shutdowns. Afinal, sem eles existe o grande perigo de exposição e contaminação por materiais radioativos de ocorrência natural (NORM e TENORM).

3. Atenção à Radioproteção

Os perigos radiológicos são comumente negligenciados na indústria offshore. 

Inclusive, anteriormente fizemos uma postagem alertando sobre os riscos de exposição à radiação nas embarcações offshore.

Afinal, práticas rígidas de segurança do trabalho devem ser adotadas em todas as áreas onde houver presença de NORM/TENORM, já que o objetivo deve ser sempre assegurar que nenhum IOE receba dose de radiação ionizante excessiva ao limite admissível para qualquer pessoa do público em geral.

Além da presença de NORM e TENORM, o uso de instrumentos radiométricos estrangeiros e/ou terceirizados requer atenção no cotidiano das plataformas.

A CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear), responsável pelas atividades que envolvem fontes radioativas, disponibiliza um roteiro de radioproteção voltado para a perfilagem de poços.

Portanto, priorizar a Radioproteção no cotidiano da indústria de petróleo e gás é uma dica fundamental.

4. Bom relacionamento a bordo

Convivência é fundamental na vida de todo mundo. Cultivar bons relacionamentos a bordo pode ser fundamental para preservar sua integridade física e mental.

Para se ter bons relacionamentos nas embarcações é obrigatório ter a capacidade de adaptação bem desenvolvida.

As plataformas de petróleo acabam se tornando tanto um ambiente social, quanto profissional. Ou seja, você mora e trabalha no mesmo lugar. E, além disso, você também divide sua “casa” com seus colegas de trabalho.

Morar a bordo de uma plataforma offshore tem seus pontos positivos, mas também tem seu lado negativo. Por isso, a importância de se cultivar boas relações de convívio e trabalho.

Portanto, para minimizar os problemas sociais nas plataformas, cultive bons hábitos de convivência.

Aqui estão 7 dicas de convivência que você pode seguir:

  1. Comunique-se corretamente sabendo ouvir e falar;
  2. Exercite sua paciência;
  3. Humildade para aceitar as ideias dos colegas;
  4. Evite brincadeiras agressivas;
  5. “Piadas” descriminatórias não devem ser toleradas
  6. Fomente o trabalho em equipe;
  7. Respeite o sono dos seus colegas.

Manter um grupo coeso faz com que o problema de um seja o problema de todos. 

Em ambientes como esse, um trabalhador que desenvolve sua atividade em um ambiente harmonioso dificilmente trabalhará desatento e cansado. 

Por isso, o risco de acidentes cai drasticamente quando se tem bons relacionamentos a bordo.

5. Mantenha-se hidratado

Devido à localização, as plataformas de petróleo recebem bastante sol.

Lembre-se que são permitidas garrafas de água, desde que não sejam de vidro. Portanto, beba bastante água e use filtro solar para proteger a pele.

Ficar muito tempo exposto à radiação solar sem proteção e sem se hidratar pode causar transtornos como a desidratação e a insolação.

Os sintomas da desidratação consistem no mal estar, sonolência, prostração e diminuição da diurese (capacidade de urinar). Já a insolação é verificada pela queimadura ou ardência na pele, cefaléia (dor de cabeça), náusea e vômitos.

Todos esses sintomas afetam a produtividade e aumentam os riscos de acidentes de trabalho fatais.

Se em terra firme o cuidado com a insolação e desidratação já é algo para se ter atenção, em alto mar é um perigo grave.

Sendo assim, qualquer mal estar durante o trabalho no offshore deve ser relatado para que toda intercorrência seja sanada ou minimizada rapidamente e da melhor maneira possível.

Mas lembre-se, a melhor maneira de se livrar de acidentes é pela prevenção.

6. Não use equipamentos eletrônicos em plataformas

Equipamentos elétricos e eletroeletrônicos, bem como outros instrumentos não certificados para uso em atmosfera explosiva, jamais devem ser utilizados em área industrial.

Ou seja, nada de lanternas, computadores, celulares, câmeras fotográficas ou filmadoras na plataforma.

A utilização de qualquer um desses equipamentos só será permitido com autorização específica. Telefones internos e rádios serão os equipamentos utilizados para comunicação.

Trata-se de uma dica básica já que algumas plataformas chegam a confiscar ou lacrar os aparelhos celulares dos tripulantes.

Realmente, há pouca chance do uso de celulares ou outros dispositivos eletrônicos causarem acidentes. No entanto, mesmo a probabilidade sendo baixa, a possibilidade de uma explosão pelo uso de eletroeletrônicos é uma realidade.

7. Siga o briefing de convivência e procedimentos a bordo

Sempre que você vai embarcar em uma plataforma de petróleo, um briefing completo de procedimentos e cuidados é passado para você.

Com o passar do tempo a gente deixa de adotar certas práticas expostas. Essas medidas existem por uma razão de segurança e devem ser postas em prática.

A segurança do trabalho em plataformas depende de algumas medidas fundamentais.

Briefing básico para profissionais embarcados

  • Não corra ao subir ou descer as escadas;
  • Lembre-se de usar o corrimão das escadas e transitar sempre pelo lado direito;
  • Antes de manusear ou transportar qualquer produto químico, consulte primeiro a FISPQ (Ficha de informações de Segurança de Produtos Químicos);
  • Fique atento à movimentação de cargas;
  • Nunca se exponha a uma carga suspensa e obedeça sempre a sinalização de isolamento de área;
  • Nas salas de lazer e também no refeitório, sempre esteja vestido com roupas limpas;
  • Sempre que soar o alarme, as equipes de emergência entram em ação para controlar a ocorrência;
  • Caso a situação se agravar, quem não for essencial ao controle de emergência será retirado da unidade pelo meio mais rápido e mais seguro;
  • Se você notar qualquer coisa que possa comprometer a segurança e a saúde das pessoas ou meio ambiente não deixe de alertar imediatamente o gerente de planta;
  • Não fume, mas se for fumar, faça isto apenas nos locais permitidos;
  • Nunca se esqueça de apagar bem os cigarros antes de sair das áreas reservadas para fumantes.

Além do briefing básico, os trabalhadores do offshore são orientados através de treinamentos e procedimentos de emergência que devem estar em constante atualização.

Se você trabalha em plataformas de petróleo, recorrentemente revise os protocolos em caso de colisão, incêndio, naufrágio, adernamento, água aberta, derramamento de óleo, vazamento de gás, homem ao mar, superfície livre e queda de aeronave.

Procedimentos de emergência são necessários para atendimento a casos de acidentes ou qualquer outra situação inesperada que atente contra a vida dos tripulantes, passageiros ou da própria embarcação.

Geralmente, um acidente ou emergência podem ser resolvidos rapidamente se as medidas adequadas forem executadas nos primeiros instantes.

Conclusão

Trabalhar em plataformas de petróleo é uma experiência boa, mas que exige muito cuidado, devido aos riscos envolvidos. 

Seguir o briefing básico de convivência e procedimentos a bordo, usar o material de EPI indicado, hidratar-se e estar sempre atento às orientações passadas é de extrema importância para evitar acidentes, e caso ocorra algum, saber quais medidas serão tomadas. 

Quando a atenção da Segurança do Trabalho está direcionada para à Radioproteção de um empresa, um dos vilões pode ser a radiação ionizante, muito comum na indústria Offshore.

Esse tipo de radiação acarreta diversos efeitos biológicos aos indivíduos expostos a ela.

Por isso, a melhor forma de evitar os efeitos estocásticos e determinísticos da radiação ionizante no ambiente de trabalho é através de um Serviço de Radioproteção bem preparado.

Também é possível contratar empresas especializadas em Radioproteção para cuidar da proteção radiológica da sua empresa ou da empresa em que você trabalha.

Para você que deseja ser um especialista no assunto, preparamos um material completo com tudo o que você precisa saber sobre Radioproteção.

Cadastre-se na nossa newsletter e seja um especialista no assunto.

FONTES: