Como funciona um tanque de armazenamento de óleo em um FPSO?

Os tanques de armazenamento de um FPSO são essenciais no processo de extração de óleo e gás, e precisam estar sempre limpos para que não haja perdas na produção.

Mas, como funciona um tanque de armazenamento de um FPSO e como é feita a sua limpeza? Continue lendo e saiba mais!

O que é um FPSO?

FPSO é a abreviação para Floating Production, Storage and Offloading ou Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Descarga. É um dos tipos de ativos Offshore que realizam a extração de petróleo e gás em alto mar. Geralmente, os FPSOs estão localizados em áreas marítimas com grande profundidade e em muitos casos, com reservas abundantes de petróleo. 

A construção dos ativos Offshore, no entanto, é feita em terra firme para posteriormente serem içados e colocados no local ideal de extração. Dependendo do tipo de plataforma, podem ficar flutuando sobre o local de extração do petróleo.

Antes da construção e da instalação de um ativo Offshore, é necessário que um estudo seja realizado na área escolhida, uma vez que os custos de construção são altos. É importante se atentar também para fatores de risco, como os ambientais.

Quais são os tipos de ativos Offshore?

A gente fala muito em dois tipos aqui no blog, que são:

  • Plataformas fixas: as plataformas fixas são projetadas para receber todos os equipamentos de perfuração, estocagem de materiais, alojamento de funcionários, assim como todas as instalações necessárias para a produção dos poços. Não possui capacidade de estocagem de petróleo ou gás, pois precisam ser enviados para o continente através de oleodutos e gasodutos.
  • Sistemas flutuantes de produção (FPS – Floating Production Systems) são: navios, em geral de grande porte, com capacidade para produzir, processar, armazenar petróleo e gás natural, estando ancorados em um local definido. 

É aqui que o FPSO se encaixa!

Um mercado super valioso!

O mercado mundial de FPSO tem a América do Norte e a Europa como líderes, e a previsão é que continuem no topo nos próximos anos, uma vez que possuem reservas de petróleo e gás estabelecidas. O Brasil deverá se destacar no mercado de FPSO aqui nas Américas, por conta do aumento considerável nas atividades envolvendo petróleo e gás.

Como funciona um tanque de armazenamento de óleo em um FPSO e qual a importância de mantê-lo limpo?

É no tanque de armazenamento que o óleo extraído nos poços fica armazenado, após vir dos vasos separadores (responsáveis por separar o óleo, o gás e a água) até que o petroleiro venha recolhê-lo e o leve para outros processos. 

A cada semana, em média, os tanques são esvaziados para que o óleo e a água armazenados sejam levados para outras etapas de produção. Assim, os processos de extração e armazenamento podem continuar.

O esvaziamento dos tanques é feito através da operação de Offloading, em que toda a produção do FPSO é bombeada para um petroleiro, que levará o material para seguir em outros processos.

Quando há um grande acúmulo de borra nos tanques de armazenamento de um FPSO, a capacidade de armazenar o material produzido diminui, uma vez que o tanque não está sendo usado em sua capacidade total. É aí que a limpeza é necessária.

O tanque é esvaziado pelo mesmo processo de Offloading, para que a empresa que irá prestar este serviço, adentre no tanque para realizar a limpeza.

Antes de permitir a presença humana, ou seja, a entrada de colaboradores no tanque, é imprescindível a constante ventilação e da análise dos níveis de concentração, tanto de oxigênio quanto de gases tóxicos no interior do tanque.

Em seguida, é feita a monitoração para saber se existe material radioativo presente ou não. Dependendo do resultado, ou é feita apenas a limpeza ou a descontaminação do local junto a limpeza.

Caso seja encontrado material radioativo, é preciso que a equipe de limpeza utilize EPIs adequados, sejam dosimetrados e tenham um Supervisor de Radioproteção para liberar o trabalho e iniciar a descontaminação.

Se a empresa contratada não possuir o serviço de descontaminação, a plataforma precisará ficar parada por mais tempo até os responsáveis encontrarem outra empresa para resolver esta situação. Por isso, a melhor solução é contratar uma empresa que já preste os serviços de limpeza e descontaminação.

É importante saber que, quanto mais tempo um FPSO passa parado, seja por interdições, limpezas ou descontaminações, mais prejuízo é gerado. Então, quando uma empresa presta os dois serviços de uma vez, o tempo é otimizado.

É importante saber que a radiação ionizante causa diversos efeitos biológicos às pessoas expostas a ela, caso a dose de exposição venha a extrapolar o limite definido pelas autoridades.

Se você quer evitar todos os efeitos da radiação ionizante no ambiente de trabalho,  precisará de um Serviço de Radioproteção bem preparado. Estabelecer um Plano de Radioproteção detalhado e eficiente é mandatório!

Quando você trabalha em uma indústria que utiliza fontes radioativas em seus processos, é necessário que todos os profissionais expostos à radiação tenham a proteção adequada, de acordo com as normas da CNEN.

Também é possível contratar empresas especializadas para cuidar da sua proteção radiológica se, por algum motivo, for gerada muita dor de cabeça ao implementar um Serviço de Radioproteção por conta própria.

Para você que deseja ser um especialista no assunto, preparamos um material completo com tudo o que você precisa saber sobre Radioproteção.

E não esqueça de se cadastrar na nossa newsletter, seja um especialista no assunto!

FONTES:

  • Mais de 10 anos de experiência em Segurança do Trabalho junto às maiores indústrias do Brasil
  • Mais de 3 mil horas executando serviços de Radioproteção
  • Mais de 200 clientes atendidos em todo país